Inspeção nr 13>

Sabe-se que o processo de inspeção nr13 é fundamental em diferentes aspectos, pois garante segurança e funcionalidade, fatores que não se pode abrir mão em nenhum segmento. De forma simples, podemos dizer que a inspeção nr 13 é fundamental para garantir a operação segura do equipamento, sendo crucial para o atendimento da legislação em vigor, sendo que é preciso uma empresa especializada para cuidar da questão.

ENTENDENDO MELHOR SOBRE INSPEÇÃO NR 13

A inspeção nr 13 é realizada de modo a garantir que avaliações criteriosas de profissionais certificados sejam realizadas, promovendo uma clareza necessária na elaboração do relatório de inspeção. O documento é obrigatório e rico em detalhes técnicos que somente um profissional qualificado poderá apresentar.

Em suma, a inspeção nr 13 é algo que deve estar presente em todos os locais que possuem caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos, de modo a preservar a integridade estrutural desses equipamentos, garantindo, assim, uma operação segura.

A IMPORTÂNCIA DOS PROFISSIONAIS QUALIFICADOS PARA INSPEÇÃO NR 13

Por se tratar de um documento específico e altamente técnico, faz-se indispensável a presença de profissionais certificados, ou seja, profissionais que obedeçam a todos os requisitos necessários para realização da inspeção nr 13.

Pensando na qualidade do serviço ofertado ao solicitante, a Artemec não mede esforços para obter uma equipe técnica especializada no processo de inspeção nr 13, mantendo assim toda precisão necessária para o atendimento do setor avaliado.

DÚVIDAS SOBRE INSPEÇÃO NR 13?

Realizando um atendimento de referência no mercado, a Artemec é especializada no segmento de entregar aos clientes e parceiros soluções que a engenharia inteligente proporciona.

A Artemec conta com uma equipe de profissionais altamente qualificados, e garante a satisfação de todos os seus clientes por meio de estrutura adequada e serviço de alta qualidade, benefícios que deixam sua marca registrada há mais de 30 anos.

Os serviços prestados pela empresa, são:

  • inspeções nr13;
  • laudo de caldeiras e vasos de pressão;
  • laudo de inspeção de caldeiras;
  • laudo de inspeção de vaso de pressão;
  • dentre outros.

Proporcionando a satisfação completa de cada solicitante, a Artemec é uma excelente opção para quem visa um trabalho de excelência. Gostou? Entre em contato agora mesmo e saiba mais!

inspeção nr 13

A NR 13 é a NR que estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de caldeiras a vapor, vasos de pressão, suas tubulações de interligação e tanques metálicos de armazenamento nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Aqui traremos maiores informações sobre cada um desses equipamentos.

Caldeiras

As caldeiras são amplamente utilizadas em estabelecimentos que necessitam do vapor para seus processos. Atualmente, o vapor de água é muito utilizado para a realização de trocas térmicas em indústrias, hotéis, hospitais, lavanderias, cozinhas industriais, entre outros. Por se tratar de um equipamento que trabalha sobre altas pressões, as caldeiras, para que tenham a segurança garantida, devem passar por inspeções periódicas, que devem ser realizadas por profissionais habilitados.

Caldeiras são equipamentos destinados a produzir e acumular vapor sob pressão superior à atmosférica, utilizando qualquer fonte de energia, projetados conforme códigos pertinentes.

VASOS DE PRESSÃO

Os vasos de pressão são utilizados em diversos processos atualmente e existem em números bem maiores que as caldeiras. Trabalhando com diversos tipos de fluido, os vasos são cruciais para o funcionamento da maior parte das indústrias nos dias de hoje. Por trabalharem sob pressão e, ainda, poderem trabalhar com fluidos tóxicos, inflamáveis ou combustíveis, para que tenham sua segurança garantida, devem ser inspecionados por profissionais habilitados.

Vasos de pressão são reservatórios projetados para resistir com segurança a pressões internas diferentes da pressão atmosférica, ou submetidos à pressão externa, cumprindo assim a sua função básica no processo no qual estão inseridos.

TUBULAÇÕES

As tubulações são elementos cruciais em qualquer processo industrial, uma vez que são as responsáveis por conduzir os fluidos dos processos aos quais estão inseridas. Por trabalharem com fluidos tóxicos, inflamáveis ou combustíveis, as tubulações acabam sendo a maior causa dos acidentes envolvendo pressão, no ambiente industrial, devido aos vazamentos. Por este motivo, elas devem ser rigorosamente inspecionadas, de modo a impedir que vazamentos e acidentes aconteçam.

Tubulação pode ser definida como um conjunto de linhas, incluindo seus acessórios, projetadas por códigos específicos, destinadas ao transporte de fluidos entre equipamentos de uma mesma unidade de uma empresa dotada de caldeiras ou vasos de pressão.

TANQUES METÁLICOS DE ARMAZENAMENTO

Tanques metálicos de armazenamento, perante a NR 13, são equipamentos de superfície destinados a armazenar e estocar fluidos na fase líquida, sejam eles produtos finais ou matérias primas, com pressão próxima à atmosférica, construídos de materiais metálicos e apoiados diretamente sobre o solo.

Cada um desses equipamentos é dotado de certas particularidades. Abaixo podem ser vistas algumas delas.

O QUE É IMPORTANTE SABER SOBRE CALDEIRAS?

  • Tipos de caldeira
  • Placa de identificação
  • Operação
  • Válvula de segurança
  • Categorias
  • Documentação obrigatória
  • Capacitação de operador
  • Indicador de pressão
  • Itens obrigatórios
  • Instalação
  • Inspeção de caldeira
  • Sistema de combustão

O QUE É IMPORTANTE SABER SOBRE VASOS DE PRESSÃO

  • Classe de fluido
  • Potencial de risco
  • Categoria
  • Itens obrigatórios
  • Instalação
  • Operação
  • Placa de identificação
  • Documentação obrigatória
  • Capacitação de operador
  • Inspeção de vaso de pressão
  • Dispositivo de segurança
  • Indicador de pressão

O QUE É IMPORTANTE SABER SOBRE TUBULAÇÕES

  • Tipos de fluidos
  • Fluxograma de engenharia
  • Inspeção de tubulação
  • Documentação obrigatória
  • Registro de segurança
  • Plano de inspeção
  • Programa de inspeção
  • Operação

O QUE É IMPORTANTE SABER SOBRE TANQUES METÁLICOS DE ARMAZENAMENTO

  • Classe de fluido
  • Capacidade
  • Condições operacionais
  • Folha de dados
  • Desenho geral
  • Mecanismos de danos previsíveis
  • Itens obrigatórios
  • Instalação
  • Inspeção de tanques metálicos de armazenamento
  • Dispositivos de segurança

Cada um desses equipamentos deve passar por inspeção periódica. A seguir estão alguns itens importantes que devem ser observados, em seus respectivos relatórios de inspeção.

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO DE CALDEIRAS

  • Dados constantes na placa de identificação
  • Categoria da caldeira
  • Tipo da caldeira
  • Tipo de inspeção executada
  • Data de início e de término da inspeção
  • Descrição das inspeções, exames e testes
  • Registros fotográficos do exame interno da caldeira
  • Resultado das inspeções e providências necessárias
  • Parecer conclusivo quanto à integridade da caldeira
  • Data prevista para a próxima inspeção de segurança
  • Nome legível, assinatura e número de registro no conselho profissional do PH e nome legível e assinatura de técnicos que participaram da inspeção.

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO DE VASOS DE PRESSÃO

  • Identificação de vaso de pressão
  • Categoria do vaso de pressão
  • Fluidos de serviço
  • Tipo do vaso de pressão
  • Tipo de inspeção executada
  • Data de início e término da inspeção
  • Descrição das inspeções, exames e testes executados
  • Registro fotográfico das anomalias
  • Resultado das inspeções e intervenções executadas
  • Recomendações e providências necessárias
  • Parecer conclusivo quanto a integridade do vaso de pressão
  • Data prevista para a próxima inspeção de segurança
  • Nome legível, assinatura e número do registro no conselho profissional do PH e nome legível e assinatura de técnicos que participaram da inspeção.

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO DE TUBULAÇÕES

  • Identificação das linhas de tubulação
  • Identificação do sistema de tubulação
  • Fluidos de serviço da tubulação
  • Temperatura e pressão de operação
  • Tipo de inspeção executada
  • Data de início e de término da inspeção
  • Descrição das inspeções, exames e testes
  • Registro fotográfico das anomalias
  • Resultado das inspeções e intervenções executadas
  • Recomendações e providências necessárias
  • Parecer conclusivo quanto à integridade da tubulação
  • Data prevista para a próxima inspeção de segurança
  • Nome legível, assinatura e número do registro no conselho profissional do PH e nome legível e assinatura de técnicos que participaram da inspeção.

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO DE TANQUES METÁLICOS DE ARMAZENAMENTO

  • Identificação de tanque metálico
  • Capacidade
  • Fluidos de serviço e temperatura de operação
  • Tipo de inspeção executada
  • Data de início e término da inspeção
  • Descrição das inspeções, exames e testes executados
  • Registro fotográfico das anomalias
  • Resultado das inspeções e intervenções executadas
  • Recomendações e providências necessárias
  • Parecer conclusivo quanto a integridade do vaso de pressão
  • Data prevista para a próxima inspeção de segurança
  • Nome legível, assinatura e número do registro no conselho profissional do PH e nome legível e assinatura de técnicos que participaram da inspeção.

Quando esses equipamentos são inspecionados corretamente, uma série de benefícios pode ser observada.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DE REALIZAR AS INSPEÇÕES EM CALDEIRAS, VASOS DE PRESSÃO, TUBULAÇÕES E TANQUES METÁLICOS DE ARMAZENAMENTO?

PREVENÇÃO CONTRA MULTAS

Ao realizar a inspeção de caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento, o relatório de inspeção contém as recomendações necessárias para a adequação do equipamento perante às legislações em vigor, de modo que a empresa tenha conhecimento das ações a serem tomadas visando não serem multadas pelos órgãos reguladores.

PREVENÇÃO DE ACIDENTES

Quando as inspeções de caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento estão dentro do prazo, os riscos de acidentes diminuem significativamente. Com essa ação, você protege seus colaboradores e o ambiente do seu empreendimento de possíveis acidentes.

PREVENÇÃO DE NÃO CONFORMIDADES

Ao realizar as inspeções nas caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento, você garante a aprovação em fiscalizações do corpo de bombeiros, do Serviço de Inspeção do Trabalho (antigo MTE) e auditorias internas e externas, de modo que sua empresa esteja sempre regular perante aos órgãos responsáveis.

Esses equipamentos devem passar por inspeções que podem ser periódicas, iniciais ou extraordinárias. Mas quando cada uma delas deve acontecer?

QUANDO DEVO FAZER A INSPEÇÃO DE CALDEIRAS?

Toda empresa que possua caldeiras precisa atender às exigências descritas na Norma Regulamentadora NR 13. Ela estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de caldeiras a vapor nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Confira abaixo quando cada tipo de inspeção deve ser realizada.

INSPEÇÃO INICIAL

Este tipo de inspeção deve ser realizada em caldeiras novas, antes de sua entrada em funcionamento, no local definitivo de instalação, devendo conter:

  • Exame interno
  • Teste de estanqueidade
  • Exame externo

INSPEÇÃO PERIÓDICA

A inspeção de segurança periódica, constituída por exames interno e externo, deve ser executada nos seguintes prazos máximos:

  • 12 meses para caldeiras de categorias A e B
  • 15 meses para caldeira de recuperação de álcalis de qualquer categoria

INSPEÇÃO EXTRAORDINÁRIA

A inspeção de segurança extraordinária deve ser feita nas seguintes oportunidades:

  • Sempre que a caldeira sofrer danos capaz de comprometer sua segurança
  • Quando for submetida à alteração ou reparo capaz de alterar sua segurança
  • Quando for recolocada em funcionamento após 6 meses de inatividade
  • Quando houver mudança de local de instalação do equipamento

INSPEÇÃO DE VIDA REMANESCENTE

Ao completar 25 anos de uso, durante a sua próxima inspeção, a caldeira deve ser submetida a uma avaliação de integridade com maior abrangência para determinar sua vida remanescente e novos prazos máximos para inspeção, caso ainda esteja em condições de uso.

QUANDO DEVO FAZER A INSPEÇÃO DE VASOS DE PRESSÃO?

Toda empresa que possua vasos de pressão precisa atender às exigências descritas na Norma Regulamentadora NR 13. Ela estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de vasos de pressão nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Confira abaixo quando cada tipo de inspeção deve ser realizada.

INSPEÇÃO INICIAL

Este tipo de inspeção deve ser realizada em vasos de pressão novos, antes de sua entrada em funcionamento, no local definitivo de instalação, devendo compreender exames externo e interno.

Na falta de comprovação documental de que o Teste Hidrostático TH tenha sido realizado na fase de fabricação, se aplicará o disposto a seguir:

  • Para os vasos de pressão fabricados ou importados a partir da vigência da Portaria MTE n.º 594, de 28 de abril de 2014, o TH deve ser feito durante a inspeção de segurança inicial.
  • Para os vasos de pressão em operação antes da vigência da Portaria MTE n.º 594, de 28 de abril de 2014, a execução do TH fica a critério do PH e, caso seja necessária à sua realização, o TH deve ser realizado até a próxima inspeção de segurança periódica interna.

INSPEÇÃO PERIÓDICA

A inspeção de segurança periódica, constituída por exames externo e interno, deve ser realizada com base nas normas técnicas vigentes, além da NR 13, tendo seu prazo de inspeção definido pelo PH, não podendo exceder aos prazos máximos estabelecidos na NR 13.

INSPEÇÃO EXTRAORDINÁRIA

A inspeção de segurança extraordinária deve ser feita nas seguintes oportunidades:

  • Sempre que o vaso de pressão for danificado por acidente ou outra ocorrência que comprometa sua segurança.
  • Quando o vaso de pressão for submetido a reparo ou alterações importantes, capazes de alterar sua condição de segurança.
  • Antes do vaso de pressão ser recolocado em funcionamento, quando permanecer inativo por mais de 12 (doze) meses.
  • Quando houver alteração do local de instalação do vaso de pressão, exceto para vasos móveis.

QUANDO DEVO FAZER A INSPEÇÃO DE TUBULAÇÕES?

Toda empresa que possua tubulações ligadas a caldeira ou vaso de pressão, contendo fluido classe A ou B, precisa atender às exigências descritas na Norma Regulamentadora NR 13. Ela estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de vasos de pressão nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Confira abaixo quando cada tipo de inspeção deve ser realizada.

INSPEÇÃO INICIAL

Este tipo de inspeção deve ser realizada nas tubulações antes de sua entrada em funcionamento, no local definitivo de instalação, devendo conter:

  • Teste de estanqueidade
  • Exame externo

INSPEÇÃO PERIÓDICA

As inspeções periódicas das tubulações devem ser constituídas de exames e análises definidas por PH, que permitam uma avaliação da sua integridade estrutural de acordo com normas e códigos aplicáveis.

A periodicidade das inspeções de segurança deve estar de acordo com o programa de inspeção, que pode ser elaborado por tubulação, por linha ou por sistema. No caso de programação por sistema, o intervalo a ser adotado deve ser correspondente ao da sua linha mais crítica.

INSPEÇÃO EXTRAORDINÁRIA

A inspeção de segurança extraordinária deve ser feita nas seguintes oportunidades:

  • Sempre que a tubulação for danificada por acidente ou outra ocorrência que comprometa a segurança dos trabalhadores.
  • Quando a tubulação for submetida a reparo provisório ou alterações significativas, capazes de alterar sua capacidade de contenção de fluído.
  • Antes da tubulação ser recolocada em funcionamento, quando permanecer inativa por mais de 24 (vinte e quatro) meses.

QUANDO DEVO FAZER A INSPEÇÃO DE TANQUES METÁLICOS DE ARMAZENAMENTO?

Toda empresa que possua tanques metálicos de armazenamento precisa atender às exigências descritas na Norma Regulamentadora NR 13. Ela estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de tanques metálicos de armazenamento nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Os tanques devem passar pelas inspeções inicial, periódica e extraordinária.


Encontrou o que procurava?

Faça seu orçamento grátis agora mesmo!




Principais cidades e regiões do Brasil onde a ARTEMEC atende Inspeção nr 13:


  • Selecione a região do Brasil
  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende
  • Belo Horizonte
  • Uberlândia
  • Contagem
  • Juiz de Fora
  • Betim
  • Montes Claros
  • Ribeirão das Neves
  • Uberaba
  • Governador Valadares
  • Ipatinga
  • Santa Luzia
  • Sete Lagoas
  • Divinópolis
  • Ibirité
  • Poços de Caldas
  • Patos de Minas
  • Teófilo Otoni
  • Sabará
  • Pouso Alegre
  • Barbacena
  • Varginha
  • Conselheiro Lafeiete
  • Araguari
  • Itabira
  • Passos
  • Serra
  • Vila Velha
  • Cariacica
  • Vitória
  • Cachoeiro de Itapemirim
  • Linhares
  • São Mateus
  • Colatina
  • Guarapari
  • Aracruz
  • Viana
  • Nova Venécia
  • Barra de São Francisco
  • Santa Maria de Jetibá
  • Castelo
  • Marataízes
  • São Gabriel da Palha
  • Domingos Martins
  • Itapemirim
  • Afonso Cláudio
  • Alegre
  • Baixo Guandu
  • Conceição da Barra
  • Guaçuí
  • Iúna
  • Jaguaré
  • Mimoso do Sul
  • Sooretama
  • Anchieta
  • Pinheiros
  • Pedro Canário
  • Bertioga
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe
  • São José dos campos
  • Campinas
  • Jundiaí
  • Sorocaba
  • Indaiatuba
  • São José do Rio Preto
  • Itatiba
  • Amparo
  • Barueri
  • Ribeirão Preto
  • Marília
  • Louveira
  • Paulínia
  • Bauru
  • Valinhos
  • Bragança Paulista
  • Araraquara
  • Americana
  • Atibaia
  • Taubaté
  • Araras
  • São Carlos
  • Itupeva
  • Mendonça
  • Itu
  • Vinhedo
  • Marapoama
  • Votuporanga
  • Hortolândia
  • Araçatuba
  • Jaboticabal
  • Sertãozinho
  • Curitiba
  • Londrina
  • Maringá
  • Ponta Grossa
  • Cascavel
  • São José dos Pinhais
  • Foz do Iguaçu
  • Colombo
  • Guarapuava
  • Paranaguá
  • Araucária
  • Toledo
  • Apucarana
  • Pinhais
  • Campo Largo
  • Almirante Tamandaré
  • Umuarama
  • Paranavaí
  • Piraquara
  • Cambé
  • Sarandi
  • Fazenda Rio Grande
  • Paranavaí
  • Francisco Beltrão
  • Pato Branco
  • Cianorte
  • Telêmaco Borba
  • Castro
  • Rolândia
  • Joinville
  • Florianópolis
  • Blumenau
  • Itajaí
  • São José
  • Chapecó
  • Criciúma
  • Jaraguá do sul
  • Lages
  • Palhoça
  • Balneário Camboriú
  • Brusque
  • Tubarão
  • São Bento do Sul
  • Caçador
  • Concórdia
  • Camboriú
  • Navegantes
  • Rio do Sul
  • Araranguá
  • Gaspar
  • Biguaçu
  • Indaial
  • Mafra
  • Canoinhas
  • Itapema
  • Porto Alegre
  • Caxias do Sul
  • Pelotas
  • Canoas
  • Santa Maria
  • Gravataí
  • Viamão
  • Novo Hamburgo
  • São Leopoldo
  • Rio Grande
  • Alvorada
  • Passo Fundo
  • Sapucaia do Sul
  • Uruguaiana
  • Santa Cruz do Sul
  • Cachoeirinha
  • Bagé
  • Bento Gonçalves
  • Erechim
  • Guaíba
  • Cachoeira do Sul
  • Santana do Livramento
  • Esteio
  • Ijuí
  • Alegrete
  • Recife
  • Jaboatão dos Guararapes
  • Olinda
  • Caruaru
  • Petrolina
  • Paulista
  • Cabo de Santo Agostinho
  • Camaragibe
  • Garanhuns
  • Vitória de Santo Antão
  • Igarassu
  • São Lourenço da Mata
  • Abreu e Lima
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • Ipojuca
  • Serra Talhada
  • Araripina
  • Gravatá
  • Carpina
  • Goiana
  • Belo Jardim
  • Arcoverde
  • Ouricuri
  • Escada
  • Pesqueira
  • Surubim
  • Palmares
  • Bezerros
  • Salvador
  • Feira de Santana
  • Vitória da Conquista
  • Camaçari
  • Itabuna
  • Juazeiro
  • Lauro de Freitas
  • Ilhéus
  • Jequié
  • Teixeira de Freitas
  • Alagoinhas
  • Barreiras
  • Porto Seguro
  • Simões Filho
  • Paulo Afonso
  • Eunápolis
  • Santo Antônio de Jesus
  • Valença
  • Candeias
  • Guanambi
  • Jacobina
  • Serrinha
  • Senhor do Bonfim
  • Dias d'Ávila
  • Luís Eduardo Magalhães
  • Itapetinga
  • Irecê
  • Campo Formoso
  • Casa Nova
  • Brumado
  • Bom Jesus da Lapa
  • Conceição do Coité
  • Itamaraju
  • Itaberaba
  • Cruz das Almas
  • Ipirá
  • Santo Amaro
  • Euclides da Cunha
  • Fortaleza
  • caucacia
  • Juazeiro do Norte
  • Maracanaú
  • Sobral
  • Crato
  • Itapipoca
  • Maranguape
  • Iguatu
  • Quixadá
  • Canindé
  • Pacajus
  • Crateús
  • Aquiraz
  • Pacatuba
  • Quixeramobim
  • Goiânia
  • Aparecida de Goiânia
  • Anápolis
  • Rio Verde
  • Luziânia
  • Águas Lindas de Goiás
  • Valparaíso de Goiás
  • Trindade
  • Formosa
  • Novo Gama
  • Itumbiara
  • Senador Canedo
  • Catalão
  • Jataí
  • Planaltina
  • Caldas Novas
  • Manaus
  • Parintins
  • Itacoatiara
  • Manacapuru
  • Coari
  • Centro Amazonense
  • Belém
  • Ananindeua
  • Santarém
  • Marabá
  • Castanhal
  • Parauapebas
  • Itaituba
  • Cametá
  • Bragança
  • Abaetetuba
  • Bragança
  • Marituba
  • Acrelândia
  • Assis Brasil
  • Brasiléia
  • Bujari
  • Capixaba
  • Cruzeiro do Sul
  • Epitaciolândia
  • Feijó
  • Jordão
  • Mâncio Lima
  • Manoel Urbano (Manuel Urbano)
  • Marechal Thaumaturgo (Taumaturgo, Thaumaturgo)
  • Plácido de Castro
  • Porto Acre
  • Porto Walter
  • Rio Branco*
  • Rodrigues Alves
  • Santa Rosa do Purus
  • Sena Madureira
  • Senador Guiomard
  • Tarauacá
  • Xapuri
  • Maceió
  • Maragogi
  • Atalaia
  • Batalha
  • Delmiro Gouveia
  • Mata Grande
  • Palmeira dos Índios
  • Arapiraca
  • Coruripe
  • São Miguel dos Campos
  • Santana do Ipanema
  • Macapá
  • Santana (Porto Santana)
  • Laranjal do Jari
  • Oiapoque
  • Porto Grande
  • Vitória do Jari
  • Mazagão
  • Calçoene
  • Pedra Branca do Amapari (Pedra Branca do Amaparí)
  • Tartarugalzinho
  • Amapá
  • Ferreira Gomes
  • Serra do Navio
  • Cutias
  • Pracuúba
  • Itaubal
  • São Luís
  • Imperatriz
  • São José de Ribamar
  • Timon
  • Caixas
  • Codó
  • Paço do Lumiar
  • Açailândia
  • Bacabal
  • Balsas
  • Barra do Corda
  • Pinheiro
  • Santa Inês
  • Santa Luzia
  • Chapadinha
  • Buriticupú
  • Grajaú
  • Coroatá
  • Itapecuru-Mirim
  • Barreirinhas
  • Cuiabá
  • Várzea Grande
  • Rondonópolis
  • Sinop
  • Tangará da Serra
  • Cáceres
  • Sorriso
  • Lucas do Rio Verde
  • Barra do Garças
  • Primavera do Leste
  • Alta Floresta
  • Pontes e Lacerda
  • Nova Mutum
  • Campo Verde
  • Juína
  • Colniza
  • Guarantã do Norte
  • Juara
  • Barra do Bugres
  • Peixoto de Azevedo
  • Campo Grande
  • Dourados
  • Três Lagoas
  • Corumbá
  • Ponta Porã
  • Naviraí
  • Nova Andradina
  • Aquidauana
  • Sidrolândia
  • Paranaíba
  • Maracaju
  • Amambai
  • Coxim
  • Rio Brilhante
  • Caarapó
  • João Pessoa
  • Campina Grande
  • Santa Rita
  • Patos
  • Bayeux
  • Sousa
  • Cabedelo
  • Cajazeiras
  • Guarabira
  • Sapé
  • Mamanguape
  • Queimadas
  • São Bento
  • Monteiro
  • Esperança
  • Pombal
  • Catolé do Rocha
  • Alagoa Grande
  • Pedras de Fogo
  • Lagoa Seca
  • Teresina
  • Parnaíba
  • Picos
  • Piripiri
  • Floriano
  • Barras
  • Campo Maior
  • União
  • Altos
  • Esperantina
  • José de Freitas
  • Pedro II
  • Oeiras
  • São Raimundo Nonato
  • Miguel Alves
  • Luís Correia
  • Piracuruca
  • Cocal
  • Batalha
  • Corrente
  • Natal
  • Mossoró
  • Parnamirim
  • São Gonçalo do Amarante
  • Macaíba
  • Ceará-Mirim
  • Caicó
  • Açu
  • Currais Novos
  • São José de Mipibu
  • Santa Cruz
  • Nova Cruz
  • Apodi
  • João Câmara
  • Canguaretama
  • Touros
  • Macau
  • Pau dos Ferros
  • Extremoz
  • Baraúna
  • Porto Velho
  • Ji-Paraná
  • Ariquemes
  • Vilhena
  • Cacoal
  • Rolim de Moura
  • Jaru
  • Guajará-Mirim
  • Machadinho d'Oeste
  • Buritis
  • Pimenta Bueno
  • Ouro Preto do Oeste
  • Espigão d'Oeste
  • Nova Mamoré
  • Candeias do Jamari
  • Cujubim
  • Alta Floresta d'Oeste
  • São Miguel do Guaporé
  • Alto Paraíso
  • Nova Brasilândia d'Oeste
  • Boa Vista
  • Rorainópolis
  • Caracaraí
  • Cantá
  • Mucajaí
  • Alto Alegre
  • Pacaraima
  • Amajari
  • Bonfim
  • Iracema
  • Normandia
  • Uiramutã
  • Caroebe
  • São João da Baliza
  • São Luís
  • Candeias do Jamari
  • Cujubim
  • Alta Floresta d'Oeste
  • São Miguel do Guaporé
  • Alto Paraíso
  • Nova Brasilândia d'Oeste
  • Aracaju
  • Nossa Senhora do Socorro
  • Lagarto
  • Itabaiana
  • São Cristóvão
  • Estância
  • Tobias Barreto
  • Itabaianinha
  • Simão Dias
  • Nossa Senhora da Glória
  • Poço Redondo
  • Itaporanga d'Ajuda
  • Capela
  • Barra dos Coqueiros
  • Laranjeiras
  • Propriá
  • Canindé de São Francisco
  • Porto da Folha
  • Boquim
  • Nossa Senhora das Dores
  • Palmas
  • Araguaína
  • Gurupi
  • Porto Nacional
  • Paraíso do Tocantins
  • Araguatins
  • Colinas do Tocantins
  • Guaraí
  • Tocantinópolis
  • Dianópolis
  • Miracema do Tocantins
  • Formoso do Araguaia
  • Augustinópolis
  • Taguatinga
  • Pedro Afonso
  • Miranorte
  • Lagoa da Confusão
  • Goiatins
  • São Miguel do Tocantins
  • Nova Olinda
  • Nossa Senhora das Dores

chamar no WhatsApp
chamar no WhatsApp
Comercial ARTEMEC www.artemec.com.br Online
Fale com a gente pelo WhatsApp
×